He’s back… the suicidal maniac!

Depois dos Cavalera, volto com outra turma revelando o seu apreço pelo ST. E mais do que em bonés, bandanas ou camisetas, a rapaziada do Hatebreed registrou em disco a admiração pelos Cycos. Lançado este ano, o álbum de covers For the Lions contém Suicidal Maniac.

Jamey Jasta, vocalista do Hatebreed

Jamey Jasta, vocalista do Hatebreed, envergando um belíssimo moleta do ST

A gravação original, faixa que abre o Join the Army e batiza este blog, já é uma pancada. Três longos anos depois do disco de estreia, deixa claro logo de prima que o ST mudara de rumo com a entrada de um novo guitarrista, Rocky George.  Um som mais pesado, punk e trash, o início da era crossover.

Mas isso foi em 1987. Após vinte e dois anos, muita coisa mudou. A turma do hardcore/trash atual consegue levar a pauleiragem à níveis nunca imaginados. A regravação apresenta Suicidal Maniac mais agressiva. Reforça o terror da história de uma força sobrenatural maníaca-suicida incontrolável. Destaque para as pedaladas no bumbo-duplo do batera Matt Byrne.

Depois da falação, vamos ao que interessa.

No MySpace do Hatebreed dá pra ouvir Suicidal Maniac com apenas um cliquezinho no playlist.

Quem quiser baixar o disco deles, prega fogo aqui. Recomendadíssimo, claro. Além de ST, tem Sepultura, Slayer, Agnostic Front, Sick of it All, só pop-rock estilo Jota Quest, Creed e Roupa Nova.

Por fim, juntei as duas versões nesse pacotinho aqui, pra rolar uma comparação.

Deixe um comentário

Arquivado em ST for Life

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s