ST, gangues, violência – a série 1

Vocês devem ter reparado. Nas quatro entrevistas que fiz com os (ex) integrantes do ST, uma pergunta se tornou “clássica”: o Suicidal sempre foi associado à gangues, em algum momento existiu uma relação direta?

Não por acaso. Isso sempre me intrigou. E cheguei  a conclusão que vai ser sempre assim. O motivo é simples: não há uma resposta definitiva. Ou melhor, boto fé que a explicação padrão do Muir para esse tipo de questão é, talvez, a mais coerente, verdadeira, enfim.

Por serem de onde são, naturalmente os Cycos acabariam esbarrando em gangues, violência e temas do tipo. E é justamente desses momentos que tratarei ao longo da semana.

A começar por um recorte de jornal bem curioso que encontrei no site Punk Records. A notícia sobre uma gangue  que apavorou uma igreja em Mar Vista, sob o nome de Suicidal Tendencies. No texto, Muir condena o vandalismo. Saquem só…

01

02

03

1 comentário

Arquivado em ST for Life

Uma resposta para “ST, gangues, violência – a série 1

  1. Caraca que massa, li tudo!

    Tinha visto uma similiar no forum do suicidal… valeus!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s