Suicidal na história

Iniciei a semana me embrenhando na história da pauleiragem. Na segunda-feira, vi Botinada – A história do Punk no Brasil, documentário do Gastão Moreira, ex-VJ da MTV. No dia seguinte, foi a vez de conferir American Hardcore, de Paul Rachman.

documenta

Foi legal assistir os dois praticamente juntos e notar uma série de semelhanças entre os movimentos que sacudiram o rock na virada dos anos 70 para os 80. Mas falemos do que interessa que são as referências ao ST.

No Botinada há apenas uma pequena menção, que eu considero até um tanto discutível. Em dado momento, surgem na tela alguns discos que a rapaziada corria atrás naquela época. E entre eles, o álbum de estreia do Suicidal.

Suicidal_Tendencies_1983

Do que eu manjo da história do período, não sei se foi um disco que teve grande impacto no Brasil, penso que não. Em todo o caso, não deixa de ser boa a lembrança.

Já no documentário gringo, ocorre justamente o contrário. Achei pequeno o espaço dedicado ao ST, diante da importância do grupo na cena — basicamente, só se fala do (grande) Black Flag. Somente lá para o final, temos o ex-baixista Louichi Mayorga tratando das confusões na Califórnia.

Disse o Big Lou: “Toda noite nós tínhamos que cair na porrada com alguém, você sabe”. Para em seguida lembrar algumas das gangues envolvidas com o punkrock/hardcore. “Havia LADS, FFF, Circle One, com Tom Macias, descanse em paz”.

PDVD_000

Louichi Mayorga, ex-baixista do Suicidal, em American Hardcore

E fica por aí. Vale apenas por uma foto que eu ainda não conhecia, de três Suicidal Dudes em um show.

PDVD_001

6 Comentários

Arquivado em ST for Life

6 Respostas para “Suicidal na história

  1. Concordo. Até 1988 ou 1989, praticamente apenas os skatistas conheciam o Suicidal. O pessoal deve ter citado o disco no Botinada porque é um clássico da sua época, mesmo que só tenha sido “descoberto” por aqui anos depois.

  2. Fabian

    Esse ‘American Hardcore’ passou em julho em SP num festival de documentarios de musica. No dia, logo depois, passou um chamado ‘The history of Thrash Metal’, ou algo assim que falava do movimento e tinha um capitulo exclusivo dedicado ao ST. So que de todas as bandas (metallica, exodus, slayer, etc…) o unico que não tinha um testemunhal da banda era o do ST…
    Mas rolou mais informação e fotos antigas que no American HC.

  3. Marcelo Gomes

    Ah quero ver esse tbm!

  4. Lucas

    Esse documentário mencionado pelo Fabian se chama Get Thrashed! Apesar de não ter nenhum integrante do ST dando depoimentos, tem um capitulo legal falando da banda. Vale a pena dar um confere!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s