Arquivo da tag: Excel

Retorno com Seiff

É chegado o momento. Cerca de 4 meses depois — período em que este blog, que tanta alegria me deu, ficou praticamente abandonado — estou de volta. Ainda temos muito o que descobrir e conversar, afinal, a paixão pelo rock, e mais precisamente, pelo Suicidal, rende posts infinitos.

Assim, vamos tocando em frente. Para este retorno, como de costume, uma pérola cyco garimpada na rede. Trata-se simplesmente do original da arte produzida para o Join the Army, a segunda aparição do ST e disco definitivo para o surgimento do crossover.

Trabalho do sinistro Michael Seiff, artista a quem dedicamos um humilde post no longínquo mês de dezembro de 2009. Quem segura a peça — que assombra a patroa em forma de pôster aqui em casa — é a mulher de Seiff, Jeanie Cahill. A dupla, infelizmente, já passou dessa pra uma outra.

O responsável por lançar a foto na rede é o Dan Clementes, ex-vocalista do Excel. Pintura de valor inestimável!

2 Comentários

Arquivado em ST for Life

Voltando ao Streets of Venice…

Republico o post (mais abaixo) em virtude de uma foto muito bacana  que encontrei publicada pelo Dan Clements, ex-vocalista do Excel, clássica grupo de Venice, e dono da atual Streets of Venice, skate shop que um dia foi comandada por Mike Muir.

***********************************************

Inicio a mini-tour ST pela casa que hospedava a Streets of Venice, skate shop gerenciada por Mike Muir. O endereço na Lincoln Boulevard foi nossa última parada no passeio guiado por Louichi Mayorga.

No imóvel de dois andares onde hoje está hospedada uma enigmática House of Tarot, o Suicidal gravou o clipe de How Will I Laugh Tomorrow, apresentando, entre outras coisas, um Muir revoltado arrancando posters fantásticos do grupo da parede e Bob Heathcote dedilhando o baixo no banheiro. Como destaque, o vocalista e Rocky George finalizando a música em cima do telhado, iluminados pelo pôr do sol da California.

Revendo a peça, pude constatar que o cenário mudou muito se comparado ao verificado lá no final da década de 90. Natural, em se tratando de uma região cada vez mais em expansão como Venice. A antiga morada do presidente-cyco também sofreu diversas alterações. A mais significativa é a adição dos toldos.

Pesquisei, mas não consegui desvendar qual a relação da Streets of Venice com a Dogtown Skates, marca do Z-Boy Jim Muir, irmão de Mike. Imagino que a proximidade tenha sido total, por motivos óbvios.

O que sei é que a loja renasceu, pelo menos em seu nome (veja o site). Hoje se encontra em Culver City, sob o comando de Daniel Clements, ex-vocalista do Excel, formação clássica de Venice. O novo gerente também participou da reedição do velho ST, ao lado de Mayorga, Grant Estes e Amery Smith, sob o nome de AgainST.

Mais detalhes da velha skate shop e residência oficial do Muir, abaixo publico o clipe de How Will I Laugh Tomorrow.

2 Comentários

Arquivado em ST for Life

ST Tour – Streets of Venice

Inicio a mini-tour ST pela casa que hospedava a Streets of Venice, skate shop gerenciada por Mike Muir. O endereço na Lincoln Boulevard foi nossa última parada no passeio guiado por Louichi Mayorga.

No imóvel de dois andares onde hoje está hospedada uma enigmática House of Tarot, o Suicidal gravou o clipe de How Will I Laugh Tomorrow, apresentando, entre outras coisas, um Muir revoltado arrancando posters fantásticos do grupo da parede e Bob Heathcote dedilhando o baixo no banheiro. Como destaque, o vocalista e Rocky George finalizando a música em cima do telhado, iluminados pelo pôr do sol da California.

Revendo a peça, pude constatar que o cenário mudou muito se comparado ao verificado lá no final da década de 90. Natural, em se tratando de uma região cada vez mais em expansão como Venice. A antiga morada do presidente-cyco também sofreu diversas alterações. A mais significativa é a adição dos toldos.

Pesquisei, mas não consegui desvendar qual a relação da Streets of Venice com a Dogtown Skates, marca do Z-Boy Jim Muir, irmão de Mike. Imagino que a proximidade tenha sido total, por motivos óbvios.

O que sei é que a loja renasceu, pelo menos em seu nome (veja o site). Hoje se encontra em Culver City, sob o comando de Daniel Clements, ex-vocalista do Excel, formação clássica de Venice. O novo gerente também participou da reedição do velho ST, ao lado de Mayorga, Grant Estes e Amery Smith, sob o nome de AgainST.

Mais detalhes da velha skate shop e residência oficial do Muir, abaixo publico o clipe de How Will I Laugh Tomorrow.

3 Comentários

Arquivado em ST for Life

Violência e psicodelia com Michael Seiff

* with english version below.

Eu queria fazer um post mais elaborado sobre esse cara que teve um papel marcante na história do ST, porém, não há quase nada sobre ele na internet. Dessa forma, ficamos mesmo com o que mais interessa, que é a arte de Michael Seiff, responsável pela capa absolutamente clássica de Join the Army.

Só posso deduzir que Seiff era local de Venice, afinal, fez várias capas das bandas locais. Além do ST, trabalhou para Excel, Beowulf, Uncle Slam e No Mercy. Curiosamente, todas as capas feitas entre 1986 e 89.

Depois disso, sumiu. O único registro mais consistente dele na rede é nesse site e, infelizmente, acompanhado de um “rest in peace” (descanse em paz). Em todo o caso, já está registrada a arte extremamente absurda, psicodélica e violenta de Seiff.

***************************************

I’d like to write a better and longer post, full of info about this guy, who had an important part in ST history. However, it’s very hard to find things about him on the net. So, I’ll let you with what interest us the most, wich is the art of Michael Seiff, who was responsible for making the classic art cover of Join the Army.

I guess Seiff lived in Venice, because he designed the art cover for tons of local bands there. Beside ST, he worked for Excel, Beowulf, Uncle Slam e No Mercy — all made between 1986 and ’89.

Then he was missing. The only ‘consistent’ thing I found on the net about him you can find here and, unfortunately, followed by R.I.P. Anyway, I’m showing now the psicodelic, absurd and violent art of Seiff.

Uncle Slam - Say Uncle - 1988

No Mercy - Widespread Bloodshed - 1987

Excel - Split Image - 1987

Wasted Youth - Black Daze - 1988

Excel - The Joke's on You - 1989

Beowülf - 1986

1 comentário

Arquivado em ST for Life

Ótimas notícias…

Teremos em breve duas novas entrevistas, com Mike Clark, atual e clássico guitarrista do ST, e Amery Smith, baterista do primeiro álbum. Os dois já me responderam, por email, basta que eu edite o material. Aguardem…

Brother Clark, em show no RJ, ano passado. Foto sacada pelo camarada Eduardo Santana.

Brother Clark, em show no RJ, ano passado. Foto sacada pelo camarada Eduardo Santana.

Daniel Clements e Amery Smith, em foto recente

Daniel Clements (vocalista do Excel) e Amery Smith, em foto recente

2 Comentários

Arquivado em ST for Life

Lights… Camera… ST! – 2

O segundo video da série vai na onda do post abaixo. É quase a reunião da formação responsável pelo registro do primeiro álbum. No final de 2006, o baterista Amery Smith, o baixista Louiche Mayorga e o guitarrista Grant Estes se reuniram sob o nome de AgainST. Como objetivo, participar da segunda coletânea “Welcome to Venice”, reunião de bandas da praia californiana.

A primeira tornou-se um clássico. Lançada em 1985, apresentou as bandas No Mercy (do Mike Clark e, depois, do Muir), Excel, Los Cycos (que contou também com Muir, mais Mayorga e Estes) e Beowulf — além do próprio ST. Na segunda edição (confira aqui), o quarteto mandou Roll the Dice e Camarillo, com Dan Clements (ex-Excel) e Kevin Guercio (ex-No Mercy) nos vocais.

Mas voltemos ao video. Melhor ainda, vamos curtir a peça antes…

Em pouco mais de dois minutos e meio, o trio de ex-Cycos, mais o vocalista Gilbert Trejo, mandando brasa em I Shot Reagan, do álbum de estreia do ST. Apesar do molecão Trejo dar umas vaciladas no mic, os outros três têm perfomance irretocável, nesse peso pesado do repertório do Suicidal.

Destaque para Mayorga, tiozão, rechonchudo, dedilhando um daqueles contra-baixos curtinhos, no melhor estilo regueiro. A propósito, estou na luta para arrancar uma entrevista dele. Já falamos algumas vezes por email, e Mayorga responde tudo na camaradagem, menos as perguntas da entrevista!

Deixe um comentário

Arquivado em Lights, Camera, ST!