Arquivo da tag: Sean Dunnigan

Entrevista pré-histórica

Encontrei a pérola abaixo no fórum do ST, pelo usuário Tappy. Reprodução raríssima da revista We Got Power, de setembro de 1982. Trata-se do único registro que eu conheço de uma entrevista com a participação dos irmãos Dunnigan, Sean e Mike, guitarrista e baterista do Suicidal na pré-história da banda. Além da dupla — que morreu anos mais tarde em virtude de problemas com drogas — participam Mike Muir e Louichi Mayorga.

Como era costume especialmente nos primeiros anos dos Cycos, boa parte do encontro trata de temas polêmicos, como a bizarra aparição de Muir na revista Penthouse.  Excelente leitura!

Cliquem na figura para vizualizá-la maior.

2 Comentários

Arquivado em ST for Life

Terça, 14 de setembro – final

De volta a Califórnia, eu e Abud batemos novamente no endereço da Sunset em Venice. Louichi Mayorga nos recebe a la vontê, sem camisa, Nossa Senhora de Guadalupe riscada no centro do peito. O velho baixista do ST nos convida para entrar.

Estamos no quarto que o ex-baixista do Suicidal Tendencies divide com a esposa Kate. Simples como toda a morada. Ele pede alguns minutos para finalizar uma correria no computador. Não demora muito, zarpamos para buscar a herdeira, Paloma, na escola.

No carro, o primeiro disco do ST ecoa dos alto-falantes. Louie pergunta se já ouvimos a peça remasterizada, respondo que sim. Logo somos quatro na velha nave cyco. Paloma nada sabe da antiga banda do pai — ela é muito novinha para curtir a barulheira.

Assim que retornamos, intimo as tais “boxes and boxes” de fotos. Ele vai à cozinha e abre a porta de uma espécie de dispensa. Ressurge com uma caixa preta e grande, forrada com dezenas de álbuns e negativos.

Registros sensacionais dos bastidores do Suicidal. Da pré-história, ainda com Mike e Sean Dunnigan; passando pela estreia em vinil; até a turnê europeia do Join the Army. Entramos em pânico. Afinal, são revelações para dias de degustação detalhada.

Infelizmente, o tempo é curto. Salvo parte das fotos reproduzindo-as com a minha máquina fotográfica. Não fica uma maravilha, longe disso. Mas não há outra alternativa.

Da cozinha, reencontramos o quintal. E lá, largado em uma cadeira de madeira, trajando uma peita dos Lakers, Mayorga concede uma entrevista em video por cerca de meia-hora. Uma boa geral que, em breve, poderá ser vista aqui no blog.

Saímos uma breve Suicidal tour pelos arredores de Venice.

Primeiramente, nosso carro aporta em uma casa escondida atrás de uma nova contrução. Mike Muir morava nela e lá nasceu o ST, em ensaios na cozinha. O Black Flag também tocou no endereço.

Registros feitos, vamos ao ponto alto da mini-excursão: a casa onde foi gravado o clipe de Possessed to Skate, hino do esporte e faixa 9 do Join the Army. Recorremos por telefone a um camarada de Louichi para encontrar o paradeiro correto.

Por fim, a sede da loja de skate Streets of Venice, de propriedade do vocalista do ST e onde ele também residiu. Lá foi gravada a segunda versão do clipe de How Will I Laugh Tomorrow.

Tudo registrado (posts detalhados e fotos virão na sequência), vamos embora. Ao desembarcar na Sunset pela última vez, é chegado o momento da despedida da inesquecível jornada ao lado de Louichi Mayorga: “Hasta luego, cabrón!“.

9 Comentários

Arquivado em ST for Life