Arquivo da tag: ST Tattoo

Cyco Tattoos – 13

2 Comentários

Arquivado em Cyco Tattoos

Cyco Tattoos – 8

Deixe um comentário

Arquivado em Cyco Tattoos

Cyco Tattoos – Especial

Do trabalho abaixo, não preciso nem falar nada, certo?. Já do texto, trata-se de uma história sensacional contada pelo xará André Folloni, vivida em pleno ST Tattoo, em Venice Beach.

“Essa tattoo da foto anexa eu comecei a fazer na última semana de 2008, num domingo de sol, no SxTx Tattoo Studio, na Venice Blvd., em Venice Beach, CA. Quem fez foi um artista chamado Jason. O SxTx Tattoo Studio é meio que um ponto de encontro dos oldschool de Venice Beach. Tem aquele símbolo clássico de LA pintado no chão, o mesmo que o Jay Adams tatuou no rosto, mas o “A” é o símbolo anarquista. Vendem bandanas, camistas de luxo com símbolos do Suicidal e de DogTown, shapes de skate, e parece que têm uma certa parceria com a loja de skate Venice Originals.

Fiquei lá a tarde toda e passou por ali um pessoal bacana. Um que ficou lá a tarde inteira contando histórias não tinha um dos incisivos. Contou que perdeu praticando esportes. Quando minha namorada perguntou que esporte, ele respondeu: “Fighting”. E todo mundo no estúdio deu risada.

Mais tarde chegou um cara mais velho, de cabelo grisalho lambido pra trás, bigode chicano grisalho e camiseta de surf daquelas antigas, com um desenho pequeno no peito, lado esquerdo, e um grandão nas costas, queimadão do sol, mostrando o GPS que acabara de comprar e que serviria pra ele achar os melhores peixes para sua pescaria (!).

Chegou perto e perguntou pra mim o que eu estava tatuando. Contei a história que a gente aqui ama ST e toda aquela cena de skate punk californiano dos anos 80 e tal. Aí ele perguntou o que estava escrito. Eu disse: “Venice 2008 thx Thaís” (minha namorada que, em certo sentido, acabou viabilizando aquela tarde no estúdio). Aí ele disse: “You’re writing Venice on you man??? D-ya know you gotta have the guts to do that???”.

Fiquei cabreiro na hora, mas fiquei ainda mais cabreiro quando ele ergueu a camisa e mostrou uma tattoo no peito, em letra tosca, traço borrado e tinta que um dia já foi preta mas estava verde clara, escrito “Venice Locos”. Tinha uma mancha embaixo, que ele mostrou e disse: “This is a bullet hole, man!!!”. E aí começou a contar as histórias das brigas dos anos oitenta. Quando foi embora, olhou pra mim e disse “Take it easy”.

Já estava anoitecendo em Venice Beach e eu, com a tatuagem só iniciada, tinha que voltar pra Downtown LA. Ano passado o Dida (No Pain No Gain Tattoo) terminou o trabalho…”.

5 Comentários

Arquivado em Cyco Tattoos